[1]
I. G. Martins e R. V. G. Martins, “Efeitos da coisa julgada em questões envolvendo importação direta por conta e ordem de terceiro”, TRF1, vol. 31, nº 2, p. 67-82, set. 2019.