[1]
M. Monteiro Melo, “O despacho de reserva e a possível violação dos direitos fundamentais ao acesso à justiça e ao contraditório”, R. Trib. Reg. Fed. 1ª Região, vol. 33, nº 1, p. 92-101, abr. 2021.