A teoria da imputação objetiva no direito penal brasileiro

Autores

  • Luiza Fernandes Carlos

Palavras-chave:

Tipicidade, Nexo de causalidade, Conduta, Fato típico, Imputação objetiva

Resumo

O presente artigo tem por escopo realizar um exame aprofundado acerca do instituto jurídico da Teoria da Imputação Objetiva, de forma a percorrer o entendimento dos doutrinadores mais consagrados relacionados a esta temática. Buscou-se exteriorizar um breve histórico das origens da teoria, assim como examinar os seus preceitos mais detalhadamente, a fim de verificar se tal teoria pode ser considerada um progresso em termos de sistematização e de justiça para o direito penal brasileiro. À vista disso, o assunto discorrido ao longo da dissertação ressalta as contribuições e utilidades suscitadas pela Teoria da Imputação Objetiva ao estudo do direito penal. Desta forma, para o desdobramento deste artigo, utilizou-se o método hipotético-dedutivo, de caráter teórico, baseado em pesquisas bibliográficas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiza Fernandes Carlos

Graduanda em direito pela Universidade de Brasília – UnB.

Downloads

Publicado

06-09-2019

Como Citar

CARLOS, L. F. A teoria da imputação objetiva no direito penal brasileiro. Revista do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, [S. l.], v. 31, n. 2, p. 35–41, 2019. Disponível em: https://revista.trf1.jus.br/trf1/article/view/106. Acesso em: 3 mar. 2024.